Arquivo para YouTube | Sorvete de Chiclete
22 • maio • 2016

Quando copiaram meu trabalho


IMG_8784

Sempre quando escrevo sobre comportamento ou temas mais pessoais, eu não gosto de fazer de qualquer jeito, como se eu estivesse sentada no computador apenas descrevendo meia dúzia de problemas ou contando uma história simples de um dia qualquer. Geralmente eu prefiro trabalhar naquilo um pouco mais, dar um outro toque ao texto que o torne mais leve de se ler.

Tudo isso é algo que me ajuda a lidar com o os problemas que muitas vezes compartilho aqui, ou mesmo lembrar de uma forma especial alguma coisa nem tão extraordinária assim que me aconteceu. Com as palavras eu tenho esse pequeno poder mágico de conseguir ver melhor um monte de coisas.

Assim, hoje eu peço desculpas pelo modo como esse desabafo vem. Se você não estiver interessado em desabafos, pode fechar a janela agora e fazer outra coisas, amanhã voltamos à programação normal. Hoje eu preciso falar sobre quando copiaram meu trabalho.

Há seis meses eu comecei a trabalhar num projeto de vídeos muito especial pra mim. Não era especial porque me daria muito dinheiro, muitos fãs, muitos likes, mas sim porque é uma coisa que eu amo e que eu gostaria de apresentar ao maior número de pessoas possível. Depois de muito trabalho duro, de ter superado medos, inseguranças e crises de ansiedade, eu finalmente consegui colocar no ar algo com a minha cara, meu jeito e, principalmente, 100% original.

Eu não fui “investigar” o canal de ninguém no YouTube, eu não mandei ninguém ir atacar outra pessoa pelos comentários dos vídeos, eu não esperei para ver como “fulano” gravava os seus vídeos para fazer igual. Eu publiquei os meus vídeos quando ninguém falava sobre o mesmo assunto, mas parece que depois disso alguém achou que seria super certo assistir e poucos dias depois publicar algo igual, com o mesmo nome e chamar de projeto assim como eu fiz. O nome disso não é trabalho e não é conteúdo, é PLÁGIO.

Pessoas tem ideias iguais? Sem dúvida! Mas a gente sabe que entre uma ideia igual e copiar um trabalho por completo existe um enorme abismo. Quando você copia o trabalho de alguém está roubando propriedade intelectual.

Quem me acompanha vai entender todo o contexto e do que estou falando. O que eu vou fazer? Não sei, na verdade acho que acabei de mãos atadas e completamente desmotivada. Recebi carinho de pessoas incríveis lá no Facebook, mas pra ser bem honesta ainda estou digerindo a história e tentando entender se o conselho de que “se estão te copiando é porque você está fazendo sucesso” vai colar pra mim. Existem pessoas que acompanham o meu trabalho e são absolutamente MARAVILHOSAS, que estão me dando apoio e me incentivando a não parar só porque alguém não soube lidar com o crescimento e a visibilidade que meu trabalho tem tido nos últimos meses.

Por enquanto, estou buscando forças e motivação, o que nem sempre é fácil quando você tem outro emprego, estuda e o pouco tempo que tem de vida social você substitui por fazer algo porque gosta e não por likes ou fãs.

Não me entendam mal, por favor, eu quero e eu vou continuar o projeto porque ele é muito importante pra mim, mas é difícil não querer desistir, sabe? No momento eu estou tirando um tempinho pra pensar se vale mesmo a pena continuar fazendo algo nesse universo cada vez mais sem ética e caráter chamado internet. Algumas coisas parecem bobas aos olhos de algumas pessoas, mas podem te destruir por dentro caso a gente esteja lutando outras batalhas ainda maiores.

O ditado vale aqui: todo mundo está lutando uma batalha sobre a qual você nada sabe. Seja gentil sempre. E não copie, crie!

P.S.: obrigada pelos 800 inscritos lá no canal ❤️ Quero preparar alguma coisa bem legal quando chegarmos a mil, o que acham?

13 • abril • 2016

Esses dias loucos de abril


starbucks-reusable-cup

Uau. Eu nem acredito que sobrevivi bem aos primeiros dias de VEDA. Sei que pode parece bobagem pra muita gente e que às vezes parece super fácil colocar um vídeo novo a cada dia num canal do YouTube, mas eu não sou muito daquelas que liga pro que os outros pensam e vim abrir meu coração pra vocês sobre essa experiência.

Primeiro de tudo, dessa vez eu sabia que não ia ser nada fácil. Ia ser muito difícil, complicado e corrido, mas de certo modo era esse gás que eu precisava, sabe? Eu andava um pouco desanimada com a vida e o blog, que sempre foi meu pequeno pedaço perfeito do paraíso, começou a ficar deixado de lado. Continuava ali, tentando e insistindo, mas algo sempre acabava saindo errado.

Eu topei o desafio por mim, principalmente, mas por muita gente que lê o blog também. Você não tem absolutamente a mínima ideia de como é receber apoio e carinho, aquele comentário fofo que chega na hora certa – mesmo que vocês não saibam como eu precisava daquilo! – e faz tudo ganhar cor de novo.

Ainda estou tentando entender toda essa coisa de ansiedade (que falei rapidamente aqui) e aprendendo a lidar com os efeitos que ela tem na minha vida. Fazer algo novo todo dia é ótimo, mas a sensação de que não vai dar certo ou que não vou ser capaz de acabar o VEDA acaba aparecendo e aí a coisa fica bem… feia, por assim dizer. Pergunto com muito carinho: faço um vídeo falando sobre isso? Será que alguém vai se identificar se eu falar sobre ansiedade?

De todo modo, agradeço por todo mundo que vem acompanhando os vídeos e queria dar as boas vindas ao novos inscritos e leitores. Esse espaço é nosso e algo meu coração me diz que eu posso contar com vocês pra continuar.

Com essa história toda, acabei não divulgando tanto os vídeos do VEDA aqui no cblog. Trabalhar o dia todo e ainda chegar em casa pensando nos novos conteúdos é um sufoco – daqueles que vale a pena – e tenho tentado manter o blog o mais atualizado possível. Se você perdeu, olha aí a lista do que saiu lá no canal:

Vamos tentar de novo?

Comida congelada quase fit

Diário do Roacutan #2 e #3

Gravação, flores da vovó e Masterchef

Decoração e meu esmalte raro

Eu canhota e overdose de Croasonho

Lavando meus pincéis de maquiagem

Epcot e Food and Wine Festival 2015

Sorvete de chiclete, fotos e ansiedade

Disney’s Animal Kingdom

Obrigada por tudo! Pra quem ainda não é inscrito no canal, eu ficaria mega feliz se você passasse por lá agora, que tal?

04 • janeiro • 2016

Favoritos do ano


happy-things
Ainda estamos naquela semana em que o ano que acabou ainda é assunto, certo? Ótimo! Eu fiz um resumo das coisas que mais gostei, usei e até que conquistei durante o último ano e contei um pouco da história de cada uma pra vocês.

Essa ideia de selecionar coisas legais e guardar as memórias e acontecimentos positivos é ótima, faz a gente valorizar um pouco mais o que valeu a pena ao invés do que deu errado em algum momento. Além disso, ainda dá pra espalhar aquela dica da melhor máscara para cílios barata, ou daquele produto que vale a pena comprar pelo custo benefício.

Mesmo a maioria do meu top 15 de 2015 sendo de coisas materiais, aí tem um pouco de tudo: uma descoberta cosmética, algumas conquistas significativas, o produto favorito da vida, o filme do ano. Espero que esse vídeo de favoritos traga algumas informações e dicas interessantes que vocês possam aproveitar.

Fico devendo uma retrospectiva fofinha pra vocês porque não me preparei direito pra isso, não vou mentir, e 2015 foi um ano meio confuso. Esse ano também começou meio bagunçado, mas gosto de pensar que os desafios surgem pra ver se eu ainda ando com a base forte pra aguentar alguns trancos pela frente. Tenho certeza que isso é um tipo de teste pra ver se a gente está merecendo aquela coisa boa esperando alguns passos a frente.

Será que você consegue listar 15 coisas muito legais do ano passado? Eventos, situações, objetos, sentimentos, numa listinha sem regras, mas que te ajude a lembrar do lado bom da vida!

31 • outubro • 2015

Estou participando do Desafio Méliuz


desafio-meliuz-manu-vieira
Dia desses recebi um e-mail de uma leitora muito querida, me avisando do Desafio Méliuz – Vlogs e me incentivando a participar. A ideia do desafio é ajudar o vencedor a alavancar o seu canal no YouTube, mas até o premio ainda vai rolar muita coisa, inclusive desafios temáticos onde vamos precisar dos votos dos nossos assinantes e leitores.

Eu tinha ouvido falar do desafio enquanto estava viajando, mas por conta da correria acabei deixando passar e decidindo só mesmo depois de ser incentivada. Quando digo que receber os elogios e o apoio de voces é incrível, acho que não dou a exata noção do tamanho disso e de como vocês que me assistem são importantes.

Nem sempre me animo a participar de desafios e promoções assim, mas acabei criando coragem e arrisquei fazer a inscrição, vocês podem ver vídeo de apresentação abaixo:

Vou precisar muito da ajuda de vocês a partir de agora (e principalmente na próxima fase!) então quem for lindo já sabe que tem que clicar aqui e me dar um votinho, né? Nunca pedi nada pra vocês, vaaaai 😛

Obrigada pela dica e incentivo, Barbara Ferriche!

Páginas    12

Sorvete de Chiclete - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo