Arquivo para Aniversário | Sorvete de Chiclete
02 • dezembro • 2015

23 coisas que aprendi com os 23


manu-vieira-24-anos
Sempre fui dessas que diz que um simples aniversário não muda ninguém. Não é exatamente ter essa ou aquela idade que nos faz ser alguém diferente, mas sim o ano inteiro que passou entre as duas datas. Um ano é pouco e muito ao mesmo tempo, dependendo daquela boa e velha história de referencial.

Jamais pensei que chegaria ao vigésimo quarto ano de vida com tanta coisa diferente do que quando o ano vinte e três começou. Eu mudei de casa, de visual, de opiniões, mudei tanto que olhando pra trás não sei como não enlouqueci (mentira, sei sim) e mal vi tanta novidade simplesmente acontecer.

Até pouco tempo, eu gostava de sentar todo dia 26 de novembro e preparar uma lista enorme de coisas que eu queria fazer no meu próximo ano de vida. Nisso também mudei: agora prefiro olhar para tudo que aprendi, as experiências que vivi e falar pra mim “valeu, garota, você foi bem mais uma vez”.

Esse vigésimo terceiro ano foi um dos mais difíceis que tive, o que significa também que amadureci nele muito mais do que nos anteriores e lá vão algumas coisas que aprendi.

1- Tudo bem chorar quando se está mal. Mesmo. Chore o quanto for necessário.
2- Não ter geladeira em casa pode ser uma merda.
3- Sabe a famosa depressão pós viagem? Ela existe.
4- Ninguém tem defeitos e qualidades, todos temos características e aceitá-las faz amadurecer ser bem mais leve.
5- Passar mais tempo sozinho pode ser uma das melhores coisas do mundo.
6- Ter um carro não é necessariamente a melhor maneira de se locomover numa cidade.
7- Lavar louça não é algo tão ruim assim. Só meio nojentinho…
8- Má alimentação pode (e vai) ferrar com seu corpo.
9- Aprendi a pensar sempre no coletivo primeiro. Super recomendo!
10- Tudo bem estar fora da curva e não se encaixar nos padrões, descubra um jeito de viver de acordo com sua próprias regras e deixe as regras dos outros pra lá
11- Diplomas podem servir para colocar num quadro da sala, mas você pode simplesmente não gostar desse tipo de decoração em casa.
12- Eu não tenho tanto medo de escuro assim.
13- Sua mãe vai chorar quando você sair de casa. Não pode rir desse momento, mas não chora também que fica vergonhoso.
14- Tome o mínimo de remédios possível.
15- Algumas pessoas a gente precisa tirar da nossa vida, outras vão embora sozinhas mesmo.
16- Sempre existe um jeito legal de se exercitar e movimentar o corpo. A melhor é patinar!
17- Finalmente me convenci de que não estou velha demais pra nada, nadinha mesmo nessa vida.
18- Os melhores amigos sempre estão ali, não importa quanto tempo passe.
19- Baunilha é o melhor cheiro doce desse mundo.
20- Terapia é importante e faz muito bem.
21- Preciso ir mais ao cinema. E ler mais livros também.
22- Comprar coisas de casa custa caro.
23- Sonhos são para serem vividos, vá lá e trabalhe duro pelos seus.

Sejam bem vindos, 24 anos, acho que temos muita coisa pra viver juntos não é?

25 • novembro • 2015

Wishlist de aniversário


wishlist-aniversario
Novembro é sempre um mês mágico pra mim, geralmente são os trinta dias em que se concentram a maior quantidade de alegrias do ano, é quando chegam boas notícias e coisas boas acontecem, sempre tenho comemorações e acontecimentos para celebrar. É engraçado como o nosso mês de aniversário sempre acaba sendo especial né?

Eu adoro fazer uma wishlist de aniversário nessa época, pois posso escolher direitinho quais coisas eu mesma vou me dar de presente e priorizar o que mais preciso, o que mais cabe no bolso ou simplesmente o que eu mais desejo ter de novo. Nessa últimas semanas minha vida foi uma loucura só e tudo que eu mais desejei eram dias com o dobro de duração para que eu desse conta das coisas que iam surgindo. É claro que isso não foi possível e fez com que eu atrasasse algumas coisas aqui no blog e no canal, incluindo essa clássica lista de desejos materiais. Acabei até levando bronca do meu namorado porque não estava facilitando a vida dele na hora de comprar meu presente. Pois é, ele lê sim o blog e escolhe o que me dar de presente de acordo com essa wishlist. Amor e tal, né?

Com a minha mudança, minha mente começou a trabalhar essa lista de desejos de um jeito bem diferente e acabou incluindo várias coisas de casa e decoração que eu quero no meu novo cantinho, agora sou dessas pessoas que encontra aquele vasinho e flores coloridas que ficariam lindos na sala, aquela vela cheirosinha pra colocar no quarto ou aquele organizador de documentos perfeito para o escritório.

Vestido longo da So Cute
Bolsa caixa de presente da Kate Spade
Vela de baunilha da Etna
Esfoliante corporal da The Beauty Box
Coelho porta algodão da TokStok
Relógio despertador da Uatt?
Gel clareador Blancy na Drogaria Onofre
Livro “Do prato ao pixel” na Loja Photos
Livro “Coisas bem legais para ser muito feliz” na Fnac
Livro “Garota Online” (Zoella) na Fnac
Acessórios Polaroid Cube na Amazon.com (1, 2, 3)
Mesinha lateral da TokStok
Moldura tipo caixa branca na Leroy Merlin
Cabideiro de chão da TokStok
Melissa Charlotte + Jason Wu na Loja Melissa (ou no Clube Melissa)

Claro que no meio disso tem outras coisas legais, como alguns livros e um vestido dos sonhos, afinal: aniversariante pode né? Mais alguém é nascido em novembro? Já dou os parabéns, nascemos no melhor mês <3

20 • novembro • 2015

2 anos de blog!


sorvete-de-chiclete-layout
Para quem não sabe, meu primeiro blog foi criado há muito tempo e era só um lugar onde eu postava as minhas primeiras crônicas e textos. Essa minha paixão pela escrita começou muito cedo (por volta lá dos meus 11 anos) mas eu já era bastante crítica comigo mesma e jamais conseguia achar qualidade no que escrevia, então raramente mostrava pras outras pessoas. Mais ou menos quando eu descobri a blogosfera, descobri também que havia muita gente publicando fanfics e crônicas na internet e que essas pessoas ajudavam umas às outras com opiniões e críticas construtivas que serviam muito para crescer e desenvolver melhor nossos textos. Daí nasceu meu primeiro espaço virtual: eu escrevia anonimamente e ainda podia contar com a opinião e apoio de gente bacana para me aprimorar e continuar escrevendo.

Agradeçam à essa blogosfera de antigamente, sem ela eu certamente não estaria aqui.

Ainda alimentando meu blog de textos, criei um outro blog com uma amiga para falar de beleza e moda. Foram tempos muito bons, pois ele chegou na época em que eu comecei a querer me maquiar mais, cuidar melhor do meu cabelo e larguei um pouco meu jeito moleca, aprendi a valorizar minha própria beleza e desenvolvi meu estilo lendo blogs gringos (treinar o inglês, né?) e nacionais. Afinal, ler também era aprender muito sobre coisas que eu conhecia menos, passei a acompanhar premiações e o estilo de pessoas famosas de quem eu gostava. Depois de algum tempo, encerramos o blog e fomos fazer outras coisas da vida.

Acabei percebendo que eu gostava de escrever basicamente quando e sobre o que me desse vontade e depois de passar um tempo longe da internet, desativei o antigo blog de textos e hoje estamos aqui.

Quando eu criei novamente um blog foi pensando em ter um espaço livre. Meu, porém sem regras, sem frescuras e sem tema definido. Um lugar onde eu me sentisse à vontade para escrever sobre absolutamente qualquer coisa que eu desejasse. Assim nasceu esse espaço que tenho tanto carinho em ter e manter ativo.

Aqui sou exatamente eu em todos os plurais que possam existir.

Obrigada por todos que estão aqui desde o começo.

Obrigada por todos que acabaram de chegar.

Obrigada por todos que sentem, de alguma forma, que vale a pena ler o que eu escrevo.

Obrigada, obrigada, obrigada.

<3

 

P.S. tem vídeo lá no canal especialmente pra vocês! Que tal deixarem dicas de como eu poderia comemorar com vocês?

26 • novembro • 2013

O dia do seu aniversário


E então, chegou aquele dia.
Depois de alguns (sejam poucos ou muitos) anos, chega mais uma vez aquele dia que, ainda que seja apenas um dia como outro qualquer, é especial. Especial pra gente (e pra quem nos ama). Mais um ano que passou.

Me lembro com muita clareza de uma grande amiga que fez a afirmação mais correta que posso encontrar sobre 2013: seria um ano de colheita.
Hoje, com mais um ano adicionado à conta da vida e mais um pouco de experiências pra, de verdade, crescer, é possível parar, olhar e analisar.

Colhi tudo e exatamente o que plantei. Cada passo certo me deu um caminho mais leve e tranquilo por onde andar, cada esforço meu, e só meu, me trouxe seguranças que eu não esperava ter um ano atrás, cada pessoa especial que entrou na minha vida desde então me agrega e me faz ser alguém melhor todos os dias, e a melhor de todas essas pessoas, que teve uma entrada surpreendente e incrível, está comigo em todos os momentos, bons ou ruins, sempre com muito amor. Conquistei coisas que eu não imaginava, materiais e imateriais, e adoro cada uma delas, bem como a dedicação que precisei despender pra cada uma delas.
Nenhum ano é feito só de alegrias, cada erro cometido me trouxe muitas pedras por onde precisei saltar, arrependimentos e o principal: aprendizado. Nunca se erra sem se aprender algo e repetir o erro significa que você não aprendeu nada com o anterior.

O dia do seu aniversário deve ser um dia de reflexão, de instrospecção, de olhar pra dentro e ver que tudo o que ganhou neste ano vai muito além dos presentes. É um dia pra se agradecer.

Agradeço ao amigos que tenho, pois eles são os melhores que a vida podia me dar. Agradeço à minha família, que esteve ali por cada segundo, ainda que eu não percebesse ou não desse o devido valor. Agradeço à outra parte de mim, que todos os dias me dá motivos pra sorrir e uma quantidade de amor imensurável. Cada um de vocês vale mais que todos os presentes do mundo! Obrigada!

É com prazer que eu começo o blog num tempo de novidades.
Afinal, o dia do seu aniversário é um dia de ano novo, um ano novo todinho seu!

Sorvete de Chiclete - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo