Arquivo para Moda | Sorvete de Chiclete
18 • dezembro • 2016

Arezzo – frasqueira by Toys + Omik


Foto: César Rebouças/DGBB

Esse mês de dezembro sempre é agitado para as marcas de todos os segmentos, com muitos lançamentos de coleção e também com as linhas de produtos e edições especiais de fim de ano. Tive o prazer de receber um convite da Arezzo há alguns dias para conhecer a nova coleção e também a campanha de Natal da marca: Arezzo #SemprePresente.

O ponto mais marcante da coleção pra mim: a Arezzo abraçou com muito amor a tendência dos sapatos “masculinos”, como oxfords e mocassins, mas em modelagens e cartelas de cores bem diferentes, como os tons metalizados e as solas tratoradas no estilo flatform.

Foto: César Rebouças/DGBB

Foto: César Rebouças/DGBB

Eu sempre fui absolutamente apaixonada pelo oxford, acho que me lembra uma coisa do street style londrino e também as misturas de peças femininas e delicadas do ladylike com os sapatos mais sérios que eu gostava nas minhas produções antigamente. Hoje meu estilo mudou, mas como todo guarda roupa feminino merece um tubinho preto, merece também um oxford baixo pra ser coringa em várias ocasiões.


O evento teve uma coisa muito especial, pois foi possível ter uma frasqueira personalizada pelos artistas Toys + Omik, grafiteiros aqui de Brasília. Vou confessar: eu não faço muito a linha do estilo alternativo e diferentão e na hora me deu um apertinho no coração de entregar a frasqueira para os meninos, mas depois do trabalho terminado eu também não me arrependi! Quem não quer uma frasqueira toda personalizada e exclusiva?



Eu gosto quando marcas dão espaço aos artistas locais e os caras são super talentosos, basta dar uma voltinha por Brasília pra admirar o trabalho deles e já curtir. Aliás, a Arezzo arrasou na iniciativa de convidá-los e também de oferecer a customização das peças, não é pra qualquer um oferecer aos clientes a oportunidade de andar com obras de arte por aí!

01 • dezembro • 2015

Look: blusão listrado


look-blusa-listrada
Todo mundo já teve (ou ainda vai ter, não se preocupe) aquele carinho especial por uma roupa. Às vezes é uma roupa que a gente tem há anos e continua amando, outras vezes é aquela roupa que você nem deu tanta bola e de repente ela vira sua companheira de todas as horas.

Comprei esse blusão (eu acho que é de linho, mas posso estar falando bobagem) na viagem pra usar como casaco mesmo, nos dias que fizesse mais frio, mas ele nem chegou a ser usado assim e foi substituído por um cardigan mais levinho de carregar. Confesso que só tirei a etiqueta dele no último dia de viagem, enquanto decidia se realmente ficaria ou trocaria por outra coisa na loja, já que eu me imaginava usando ele bem pouco por aqui no calor do cerrado.

detalhes-look-azul-bolsa

look-total-azul

Não podia estar mais enganada! É fato que tivemos dias bem quentes por aqui, mas quando a chuva chegou os dias acabam amanhecendo mais fresquinhos e sempre coloco um casaquinho antes de sair de casa por via das dúvidas. Esse blusão listrado está quase andando sozinho de tanto que eu uso, combinei muito com jeans azul mesmo e troquei bastante o sapato: tênis, botinha, sapatilha… e rasteirinha!

look-listrado-azul

Resolvi compartilhar o look com a rasteirinha porque foi uma combinação mais diferente do que estou acostumada e a combinação me acompanhou durante um sábado bem cheio de compromissos. O look é quase todo Forever 21 (exceto a rasteirinha, é Riachuelo) porque é simplesmente impossível pra mim viver sem essa loja agora, a modelagem me cai muito bem e sempre dá pra garimpar coisas bonitas e de preços legais.

detalhes-listras cabelo-franja-manu-vieira

Também estou numa onda azul: tudo que eu gosto é azul, tudo que quero vestir é azul, tudo que vejo e acho lindo é azul… Vai entender né?

Essas também foram as primeira fotos de verdade que tirei depois de cortar o cabelo e renovar o visual. Falei mais do cabelo novo nesse vídeo e sério, estou simplesmente apaixonada por usar franjinha de novo, me senti super bem como esse visual novo e acho que foi uma ótima decisão!

Curtiram esse meu momento “azul é a coisa mais legal do mundo“? hahaha

22 • outubro • 2015

Look casual azul e branco


detalhes-look-casual
Esse foi um dos últimos looks que fotografei antes de viajar, mais especificamente na “sexta casual” que marcava o início das minhas tão esperadas férias. Assim como agora, o calor também estava forte e com toda a correria pra viajar eu tinha uma lista bem grande de coisas pra fazer naquele dia, combinei num look casual jeans azul e branco na camisa sem mangas e mais levinha pra ficar confortável.

look-casual-friday
Como não tenho que usar uniforme no trabalho, sempre que estou com pouca paciência ou tempo pra me arrumar de manhã eu recorro ao jeans por ser bem fácil de combinar com outras cores e ainda assim manter um ar arrumadinho pro ambiente. A camisa sem marca foi resgatada do armário da minha mãe há algum tempo e adoro usar em dias mais quentes.

jeans-casual
look-casual-azul-branco

Camisa sem marca | Jeans Forever 21 | Sapatilha C&A | Bolsa Guess

Normalmente eu não gosto de bolsas muito grandes, tenho meio que preguiça de carregar e durante o dia fico meio de saco cheio hahaha, mas como tinha que ir em vários lugares pra resolver coisas que não tinham muito a ver uma com a outra, foi excelente ter bastante espaço pra guardar tudo que precisava.

Sapatilha de sempre nos pés pra poder ir de um compromisso ao outro sem me preocupar com incomodo no pé ou me cansar demais, escolhi um modelo nude e simples pra não ter erro.

Com a viagem, ficamos um pouco menos atualizados por aqui, mas voltei com tanta coisa legal pra contar que nem sei direito por onde começar! Fiquem ligados, ok?

14 • outubro • 2015

A moda que você consome



De alguns meses pra cá – eu acho – uma tendência surgiu e se espalhou pela internet: o armário cápsula. Acho que eu já comentei por aqui que queria ler e me informar mais sobre o assunto e isso me fez pensar muito sobre meu próprio consumo de moda.

Honestamente, eu não daria certo com o armário cápsula porque enjoo rápido quando as opções são limitadas, apesar de ter sempre as minhas peças favoritas que uso até não poder mais. Eu preciso de opções para me vestir de acordo com meu humor, mas também não sou acumuladora de roupas e tenho o hábito de fazer uma reciclagem de coisas de tempos em tempos. Tudo que eu não uso mais ou não vou usar tão cedo é separado em doações, itens que podem ser revendidos num bazar e o que pode ser aproveitado lá em casa mesmo, pela minha mãe (no caso de sapatos) ou a minha irmã. Aliás, lá em casa todo mundo tem disso e eu acho um hábito bastante saudável.

Muita gente acha um horror usar roupas e acessórios de segunda mão. Eu acho essas pessoas muito cheias de mimimi, já mostrei pra vocês um vestido e outros itens que eu comprei em bazares e estavam novinhos em folha e foram bem mais em conta do que se eu comprasse com a etiqueta da loja. A internet facilitou pras pessoas venderem coisas semi novas ou sem uso e em ótimo estado com um preço em conta, contribuindo para um consumo mais consciente e uma economia significativa na hora de comprar roupas, itens de decoração, entre outras coisas.

Comprar em bazares faz parte de uma coisa muito maior do que simplesmente adquirir roupas usadas. Você não usa ou não precisa mais, vende pra quem quer usar ou está precisando, tira um dinheirinho e a pessoa que comprou paga muito mais barato do que pagaria no item novo, na loja. Com doações é a mesma coisa: você faz um bem pra quem precisa e não tem o mesmo privilégio de ir ao shopping comprar um vestido novo quando bem entender, ajudar o próximo sempre é algo que aquece o coração.

A gente sabe que moda é uma coisa louca e várias tendências e peças se repetem e voltam de tempos em tempos, mas acumular roupas, sapatos e acessórios em nome do futuro em que elas voltem a ser destaque não faz muito sentido. Desapegar daquilo que só está ocupando seu guarda roupa é muito mais saudável e exercitar a criatividade para montar looks com o que você já tem, sem precisar ficar comprando coisas novas a cada estação, é ótimo para seu bolso!

Tudo isso faz a gente pensar em quanta coisa deixa de virar lixo pra servir para outra pessoa, no quanto se pode ajudar alguém com dificuldades financeiras que está revendo coisas semi novas por um valor bacana e até em como isso transforma a moda que existe de verdade. Afinal, quantas de nós que gostam de compartilhar o looks são julgadas como futéis, todos os dias? Eu não consigo ver problema algum em dividir com outras pessoas aquele look da vida real que você usou com peças baratinhas, feitas por você ou até mostrando como repetir aquela peça numa produção completamente nova.

Mostrar pra vocês o que eu visto é algo muito maior do que exibir roupas e tendências, é poder compartilhar que essa moda de rua, a que a gente realmente usa, é feita de repetir roupa, de customizar, de reaproveitar, de compras em bazares e de gente de verdade. É sobre entender que moda não é o que te dizem para vestir, mas sim o que você usa, gosta e te faz bem.

Páginas    12345... 10»

Sorvete de Chiclete - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo