366 páginas em branco | Sorvete de Chiclete
01 • janeiro • 2016

366 páginas em branco


ano-novo-2016
Sempre me pergunto porque ficamos tão preocupados com novos começos na virada de ano. Estamos sempre pensando em metas, resoluções e revendo o que passou, o que teríamos mudado, reclamando pelo que deu errado.

Veja bem, não é uma critica, é que realmente acho curioso pensarmos isso na última semana ou mesmo no último dia do ano que vai acabando. Acho que nós temos essa coisa simbólica de nos preocupar com os recomeços somente quando nos batem a porta, parecendo que não há como escapar das mudanças que queremos realizar e que a meia noite do dia trinta e um de dezembro é a hora de criar uma pequena obrigação de tentar coisas novas.

Ao longo do novo ano, aquele mesmo em que fizemos nossas listas de metas e brindamos ao toque do relógio, essas coisas sempre se perdem. E somos nós que deixamos isso acontecer, porque esquecemos que um ano completo é feito de pequenos pedaços.

São dias, horas e minutos que simplesmente deixamos passar. O ano como um todo é sempre algo em que queremos manter o foco, mas é bem verdade quando dizemos que a vida e a felicidade são feitas de pequenas coisas. Aquele segundo que você deixou passar nunca mais vai voltar, o que deveria ter sido dito em um minuto se perde pra sempre, as ações que deveriam ter sido tomadas naquela exata hora se foram e não voltam mais.

Todos os dias trazem uma nova oportunidade, uma nova chance de fazer qualquer coisa exatamente como sonhamos ou como desejamos que fosse. . Surpresas também acontecem todos os dias, sejam elas boas ou ruins, e talvez aquele dia termine do pior jeito que se podia imaginar. Talvez a gente ache que o ano não valeu de nada e não poderia ter terminado tão ruim, talvez a gente receba uma surpresa boa de quem nem se esperava.

agenda-floral-2016
Daqui pra frente são 366 páginas em branco e nas mãos o poder de escrever qualquer coisa nelas, para fazer cada dia valer uma bela história e uma boa lembrança. Depois que você passar de página não há como voltar, tudo só vai acontecer daquele ponto pra frente. Se o ano passado não foi como você gostaria, só você tem como fazer o novo ano ser exatamente do seu jeito.

Ainda há tempo pra escrever hoje. Comece já!

Deixar um comentário

CommentLuv badge



Uma resposta para "366 páginas em branco"

Fátima Moraes
03-01-2016 @ (18:36)

Amei o texto, Manu. Acho super importante as pessoas saberem que não é só mudar um número no calendário que as coisas vão acontecer magicamente, a gente tem que colaborar para que tudo aconteça, tudo depende da gente. Até escrevi um textinho lá no blog sobre o mesmo assunto. <3
Beijos. <3
Fátima Moraes postado recentemente…Seja o 2016 que você quer terMy Profile

Responder


Sorvete de Chiclete - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017 - Ilustração por Juliana Rabelo